Ministério das Relações Exteriores

Projetos Estruturantes


Durante algum tempo a principal estratégia da ABC foi priorizar o que se convencionou nomear “projetos estruturantes” por visarem à criação e à estruturação de instituições para capacitação de mão-de-obra em áreas deficientes nos países que demandavam essa cooperação. A ideia, aplicada pela primeira vez em Angola e no Paraguai, com a instalação de Centros de Formação de Profissionais em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), foi tão bem sucedida que a ABC concluiu pela pertinência de tornar essa experiência numa política sistemática. Entre tais projetos, ressaltam-se a instalação de unidades demonstrativas de cultivo de algodão no Mali (iniciativa "Cotton-4", que abrange também o Chade, Benin e Burkina Faso), o projeto de rizicultura no Senegal (ação que se estenderá ao Mali e Guiné Bissau), o programa de segurança alimentar no Haiti, a instalação de 9 Centros de Formação Profissional do SENAI (sendo 7 já em operação no Timor-Leste, Paraguai, Cabo Verde, Guatemala, Guiné Bissau, Jamaica e São Tomé e Príncipe e a previsão de novas unidades no Haiti e Moçambique) e o Programa trilateral Pró-Savana em Moçambique. Ainda no Haiti, registre-se a implantação de Unidades de Pronto-Atendimento e o estabelecimento do Instituto Haitiano de Reabilitação de Pessoas com Deficiência. Em Gana, a ABC apoiou os trabalhos iniciais para a construção de um hemocentro para tratar a anemia falciforme. Na Guiné-Bissau, cabe registrar o Centro de Formação de Policiais, instalado com o apoio da Polícia Federal brasileira.


África – Projetos Estruturantes



América Latina – Projeto Estruturantes



Ásia – Projeto Estruturantes



SAF/Sul Quadra 2, Lote 2, Bloco B, 4º Andar, Edifício Via Office - CEP: 70.070-600 Brasil - Brasília – DF

Copyright 2012 - Agência Brasileira de Cooperação - Governo da República Federativa do Brasil