Agência Brasileira de Cooperação - ABC Agência de Cooperação Internacional do Japão - JICA

Hospital Sofia Feldman


O Hospital Sofia Feldman é uma instituição filantrópica pertencente à Fundação de Assistência Integral à Saúde – FAIS, com todos os seus leitos destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS). Especializado na atenção à saúde da mulher e da criança no período perinatal é definido pela Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte como referência para os Distritos Sanitários Norte e Nordeste.

Sua história teve início em 1977 com a abertura do ambulatório. Em 1982, o Hospital iniciou suas atividades com seis leitos na maternidade em sistema de alojamento conjunto e seis leitos de clínica pediátrica, também com internação conjunta para mães e filhos, todas elas sustentadas pela filosofia humanitária que desde então permeia suas ações.

Hoje temos 174 leitos (85 obstétricos, 41 de Unidade de Terapia Intensiva Neonatal, 36 de Unidade de Cuidados Intermediários Neonatais e 12 de outras clínicas) e atendemos a média de 850 partos por mês.

Na Maternidade e no Centro de Parto Normal são incentivados o parto natural, o aleitamento materno, a participação da família durante o trabalho de parto e o parto, o corte do cordão umbilical pelo pai ou outra pessoa da escolha da mulher e o resgate do papel ativo da mulher no trabalho de parto e parto, de modo que todos vivenciem essas experiências de forma mais saudável e prazerosa.

O Projeto Doula Comunitária oferece às mulheres, durante o trabalho de parto e parto, o apoio emocional de uma “doula” voluntária da comunidade.

A Casa de Sofias, um espaço anexo ao Hospital, oferece acolhimento e orientações para que as mães com filhos internados na UTI Neonatal possam acompanhá-los em tempo integral.

A Unidade Pré-alta Neonatal, anexa ao Hospital, permite que recém-nascidos estáveis internados na Unidade de Cuidados Intermediários do Sofia, recuperem-se em um ambiente não hospitalar, recebendo toda a atenção e cuidado contidos na assistência prestada pela equipe multidisciplinar do Hospital.

A Casa da Gestante do Programa de Internação Domiciliar Obstétrico - PID-Obstétrico, também anexa ao Hospital, oferece às mulheres, que necessitam de atenção em serviço de saúde durante a gestação, atendimento adequado até o momento de sua internação definitiva. A Casa constitui-se em um espaço intermediário entre o Hospital e a residência da gestante.

O Núcleo de Terapias Integrativas – NTIC desenvolve ações voltadas à humanização da assistência, utilizando recursos naturais e terapêuticos na prevenção de agravos, recuperação e promoção da saúde de usuárias, usuários, trabalhadoras e trabalhadores.

Atividades culturais, de entretenimento e de promoção à saúde dos servidores, também atingem usuários e a comunidade: “O Sofia é Uma Festa” (comemorações de datas especiais), “Sofia em Forma” (atividades físicas, no horário de trabalho, para servidores, em espaço próprio e com acompanhamento de educadora física), “Sofia Cultural” (passeios, teatro e cinema para servidores) e a creche José de Souza Sobrinho, onde filhas e filhos de servidoras e servidores têm assegurado seu direito ao aleitamento materno e aos cuidados orientados por psicopedagogas e educadoras.

Buscamos:

  • o resgate da imagem do parto normal como uma forma prazerosa, segura e saudável de dar à luz;
  • a criação e manutenção de uma rede de proteção social ao recém-nascido e seu melhor desenvolvimento psico-social;
  • o estreitamento dos laços mãe, filho e família;
  • a preservação do aleitamento materno e diminuição do tempo de internação;
  • a participação do controle social na gestão hospitalar por meio de lideranças comunitárias, gestores dos serviços públicos de saúde, conselhos de saúde, voluntários e trabalhadores.
  • consolidar as filosofias e práticas que norteiam a humanização da assistência, presentes nas ações da Instituição desde sua fundação.

Referência da Política Nacional de Humanização - PNH do Ministério da Saúde, o Hospital busca garantir o bom funcionamento do Sistema Único de Saúde – SUS através de alternativas capazes de melhorar o contato humano entre profissional de saúde e usuário, entre os próprios profissionais e entre o hospital e a comunidade. O reconhecimento a todas as nossas ações aparecem também nos títulos e premiações recebidos, ao longo de nossa história.

O Hospital tem-se colocado como parceiro na formação de recursos humanos investindo na qualificação de seus profissionais tanto para a melhoria da qualidade da assistência oferecida na Instituição como para a oferta, incentivo e divulgação externa das estratégias de humanização ao parto e nascimento. Nos últimos anos, tem sido referência para outras instituições nacionais que buscam adequar a assistência às praticas de humanização conforme recomendação do Ministério da Saúde.

Desde 2003, o HSF mantém uma parceria com a JICA que tem permitido o intercâmbio de conhecimento e experiência entre os profissionais da assistência obstétrica e neonatal entre os dois paises. Em 2008 e 2009, por meio do Programa de Parceria Brasil Japão - JBPP (Japan Brazil Partnership Programme - JBPP) recebeu em visitas técnicas, gestores e profissionais dos serviços de saúde materno infantil (médicos obstetras, neonatólogos e midwives) de Madagascar, África

Com o curso de capacitação “Atenção humanizada à mulher e ao recém-nascido”, modalidade TCTP (Third Country Training Course), propõe-se, por meio do oferecimento de conteúdos básicos e específicos da assistência à mulher e ao recém-nascido, incentivar os participantes a incorporarem e implementarem estratégias de humanização da assistência.